Index   Back Top Print

[ EN  - ES  - FR  - IT  - PT ]

CARTA DO PAPA BENTO XVI
A SUA SANTIDADE TAWADROS II,
NOVO PATRIARCA DA IGREJA COPTO-ORTODOXA
POR OCASIÃO DA SUA ENTRONIZAÇÃO

 

A Sua Santidade Tawadros II
Papa de Alexandria
Patriarca da Sede de São Marcos

«Graça e paz da parte de Deus Pai e de nosso Senhor Jesus Cristo» (Gl 1, 3)

É com alegria fraterna que envio a Vossa Santidade as saudações por ocasião da vossa entronização como Papa de Alexandria e Patriarca da Sede de São Marcos. Ao meu Venerável Irmão o Cardeal Kurt Koch, Presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos, confiei a tarefa de lhe transmitir estas saudações, juntamente com a certeza da minha proximidade na oração para o alto cargo de chefe do rebanho da Igreja copto-ortodoxa que Vossa Excelência se prepara para assumir. Que Deus Todo-Poderoso conceda, Santidade, abundantes dons espirituais para fortalecer o seu novo ministério, como guia do clero e dos leigos ao longo do caminho da santidade, para o bem do seu povo e pela paz e harmonia de toda a sociedade!

Dirijo, neste momento, o meu pensamento ao seu venerável predecessor, Sua Santidade o Papa Shenouda III, cujo serviço longo e devoto ao Senhor certamente continua a inspirar Vossa Santidade e todos os fiéis. A sua preocupação de melhorar as relações com as outras Igrejas cristãs fortalece a nossa esperança de que um dia todos os seguidores de Cristo se encontrem unidos naquele amor e reconciliação que o Senhor deseja tão profundamente (cf. Jo 17, 21).

Santidade, rezo para que o Espírito Santo vos apoie no vosso ministério, a fim de que o rebanho confiado ao vosso cuidado possa experimentar o ensinamento do Bom Pastor. Que ele seja abençoado com a serenidade, a fim de que possa oferecer a sua preciosa contribuição para o bem da sociedade e para o bem-estar de todos os seus concidadãos.

Rezo a fim de que as relações entre a Igreja Católica e a Igreja copto-ortodoxa se tornem cada vez mais estreitas, não só num espírito fraterno de colaboração, mas também através de um aprofundamento do diálogo teológico que nos permitirá crescer na comunhão e dar testemunho ao mundo sobre a verdade salvífica do Evangelho.

Ciente dos grandes desafios que acompanham o ministério espiritual e pastoral que Vossa Santidade se prepara para enfrentar, certifico-o das minhas orações e dos meus bons votos. Com estima e afecto fraterno, invoco as Bênçãos de Deus sobre si e sobre todos os fiéis confiados ao seu cuidado.

Vaticano, 14 de Novembro de 2012.

 

BENEDICTUS PP XVI

 



© Copyright - Libreria Editrice Vaticana