Index   Back Top Print


VIDEOMENSAGEM DO PAPA FRANCISCO
 PARA A BEATIFICAÇÃO DE 522 MÁRTIRES
 ESPANHÓIS DO SÉCULO XX

Tarragona, Espanha
Domingo, 13 de Outubro de 2013

 

Queridos irmãos e irmãs, bom dia!

Uno-me de coração a todos os participantes na celebração, que tem lugar em Tarragona, na qual um grande número de Pastores, pessoas consagradas e fiéis leigos são proclamados Beatos mártires.

Quem são os mártires? São cristãos conquistados por Cristo, discípulos que aprenderam bem o sentido daquele «amar até ao extremo» que levou Jesus à Cruz. Não existe o amor por entregas, o amor em doses. O amor total: e quando se ama, ama-se até ao extremo. Na Cruz, Jesus sentiu o peso da morte, o peso do pecado, mas entregou-se totalmente ao Pai, e perdoou. Pronunciou apenas palavras, mas entregou a vida. Cristo «anticipa-nos» no amor; os mártires imitaram-no no amor até ao fim.

Dizem os Santos Padres: «Imitemos os mártires»! É preciso morrer sempre um pouco para sairmos de nós mesmos, do nosso egoísmo, do nosso bem-estar, da nossa preguiça, das nossas tristezas, e abrir-nos a Deus, aos outros, sobretudo aos que mais precisam.

Imploremos a intercessão dos mártires para sermos cristãos concretos, cristãos com obras e não com palavras; para não sermos cristãos medíocres, cristãos envernizados de cristianismo mas sem substância, eles não eram envernizados, eram cristãos verdadeiros, peçamos-lhe a sua ajuda para manter firme a fé, mesmo que haja dificuldades, e sejamos assim fermento de esperança e artífices de fraternidade e de solidariedade. Peço-vos que rezeis por mim. Jesus vos abençoe e a Virgem vos proteja.

 

 




© Copyright - Libreria Editrice Vaticana