Index   Back Top Print

[ DE  - EN  - ES  - FR  - IT  - PT ]

MENSAGEM EM VÍDEO DO PAPA FRANCISCO
 POR OCASIÃO DA VIAGEM APOSTÓLICA AO CHILE E PERU

[15 - 22 DE JANEIRO DE 2018]

 

Irmãos e irmãs do Chile e do Peru!

Com a aproximação da minha viagem a estas terras, saúdo-vos carinhosamente. Vou visitar-vos como peregrino da alegria do Evangelho, para partilhar com todos «a paz do Senhor» e «para vos confirmar numa única esperança». Paz e esperança, compartilhadas entre todos.

Desejo encontrar-me convosco, fitar os vossos olhos, ver os vossos rostos e poder experimentar juntos a proximidade de Deus, a sua ternura e a misericórdia que nos abraça e nos consola.

Conheço a história dos vossos países, forjada com esforço e dedicação. Juntamente convosco, desejo dar graças a Deus pela fé e pelo amor a Deus e aos irmãos mais necessitados, especialmente pelo amor que experimentais em relação a quantos são descartados pela sociedade. A cultura do descarte invadiu-nos cada vez mais. Desejo tornar-me partícipe das vossas alegrias, tristezas, dificuldades e esperanças, e dizer-vos que não estais sozinhos, que o Papa está convosco, que a Igreja inteira vos acolhe, que a Igreja olha para vós.

Juntamente convosco, desejo experimentar a paz, tão necessária, que provém de Deus; só Ele no-la pode oferecer. É o dom que Cristo concede a todos nós, o fundamento da nossa convivência e da sociedade; a paz fundamenta-se na justiça e permite-nos encontrar instâncias de comunhão e harmonia. É necessário pedi-la constantemente ao Senhor, e é o Senhor que no-la concede. É a paz do Ressuscitado que traz a alegria e nos impele a ser missionários, reavivando o dom da fé que nos leva conduz ao encontro, à comunhão compartilhada de uma única fé celebrada e transmitida.

Este encontro com Cristo ressuscitado confirma-nos na esperança. Não queremos estar ancorados nas coisas deste mundo, o nosso olhar vai muito além, os nossos olhos estão fixos na sua misericórdia que cura as nossas misérias. Ele dá-nos o impulso para nos erguermos e continuarmos. Sentir pessoalmente esta proximidade de Deus faz de nós uma comunidade viva e capaz de se comover com quantos estão ao nosso lado e de dar passos firmes de amizade e de fraternidade. Somos irmãos que caminhamos ao encontro dos outros para nos confirmar-nos numa única fé e esperança.

Coloco nas mãos da Virgem Maria, Mãe da América, esta viagem apostólica e todas as intenções que conservamos no nosso coração, a fim de que Ela, como boa Mãe, as receba e nos indique o caminho rumo ao Filho.

Até breve! E, por favor, não vos esqueçais de rezar por mim. Até logo!

 



© Copyright - Libreria Editrice Vaticana