Index   Back Top Print

[ EN  - ES  - FR  - IT  - PT ]

MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO
 PELA BEATIFICAÇÃO DOS MÁRTIRES
DOM PIERRE CLAVERIE, BISPO DE ORAN
E 18 COMPANHEIROS (RELIGIOSOS E RELIGIOSAS) NA ARGÉLIA

 

Estimados irmãos e irmãs!

Neste sábado, 8 de dezembro, a Igreja na Argélia celebra com alegria a beatificação de 19 religiosos e religiosas mártires. Uno-me à vossa ação de graças por estas vidas inteiramente doadas por amor a Deus, ao país e a todos os seus habitantes, dos quais compartilhais a humilde vida quotidiana num espírito de fraternidade, de amizade e de serviço. Recebei aqui os meus encorajamentos fraternais, a fim de que esta celebração ajude a sanar as feridas do passado e crie uma nova dinâmica do encontro e do viver juntos, a exemplo dos nossos Beatos.

Estou deveras grato ao Presidente da República Argelina Democrática e Popular, Senhor Abdelaziz Bouteflika, e aos seus Colaboradores, por terem facilitado a celebração em terra argelina da beatificação de D. Pierre Claverie e dos seus 18 Companheiros e Companheiras mártires do maior amor. Por conseguinte, quero manifestar o meu carinho ao povo argelino, que conheceu grandes sofrimentos durante a crise social da qual foi vítima nos últimos anos do século passado.

Fazendo memória da morte na Argélia destas 19 vítimas cristãs, os católicos da Argélia e do mundo desejam celebrar a fidelidade destes mártires ao desígnio de Paz que Deus inspira em todos os homens. Ao mesmo tempo, querem incluir na sua oração todos os filhos e filhas da Argélia que, como eles, foram vítimas da mesma violência por terem vivido, com fidelidade e respeito pelo próximo, os seus deveres de crentes e de cidadãos nesta terra abençoada. É também por eles que elevamos a nossa oração, exprimindo a nossa grata homenagem.

A Igreja católica na Argélia sabe que é herdeira, com toda a Nação argelina, da grande mensagem de amor proposta por um dos numerosos mestres espirituais da vossa terra, Santo Agostinho de Hipona. Ela deseja servir aquela mesma mensagem, nestes tempos em que os povos procuram fazer progredir a sua aspiração a “viver juntos na paz”.

Através da beatificação dos nossos 19 irmãos e irmãs, a Igreja quer testemunhar o seu desejo de continuar a trabalhar em prol do diálogo, da concórdia e da amizade. Julgamos que este acontecimento sem precedentes no vosso país traçará no céu argelino um grande sinal de fraternidade, destinado ao mundo inteiro.

Estamos felizes de poder viver esta celebração num Santuário dedicado à Virgem Maria, que está particularmente presente nas nossas duas tradições religiosas. Que o olhar maternal da Bem-Aventurada Virgem Maria, cheia de graça, extremamente bela e pura, vos proteja e vos ampare.

Vaticano, 2 de dezembro de 2018

Francisco

 



© Copyright - Libreria Editrice Vaticana