Index   Back Top Print


DISCURSO DO PAPA FRANCISCO
 AOS DIRIGENTES E AGENTES DO INSPECTORADO
DE SEGURANÇA PÚBLICA NO VATICANO

Segunda-feira, 20 de Janeiro de 2014

 

Senhor Chefe da Polícia
Ilustres Senhores
Prezados Funcionários e Agentes!

Dou-vos as boas-vindas e dirijo a cada um a minha saudação cordial, que faço extensiva às vossas famílias e a todos os vossos entes queridos. Agradeço ao Director-Geral as amáveis expressões que me dirigiu em nome dos presentes e de quantos fazem parte do Inspectorado de Segurança Pública no Vaticano. Este encontro tradicional, que para mim é o primeiro, oferece-me a oportunidade para vos expressar a minha gratidão pelo vosso serviço, de modo especial o que desempenhais na Praça de São Pedro: com o frio, o calor, a chuva, o vento, sempre... Isto conta muito! Todos estamos conscientes da necessidade de agir sempre, a fim de que seja tutelada a peculiaridade deste lugar singular, preservando a sua índole de espaço sagrado e universal. E por isso é necessária uma vigilância discreta mas atenta. Com efeito, na Praça de São Pedro as pessoas sentem-se serenas, movem-se tranquilas, experimentam um sentido de paz. E também graças a vós, que vigiais sobre a ordem pública.

Penso também no vosso compromisso durante os momentos de maior afluxo de fiéis, que chegam do mundo inteiro para se encontrar com o Papa, para rezar junto dos túmulos de são Pedro e dos seus sucessores, especialmente de João XXIII e João Paulo II.

O vosso trabalho exige preparação técnica e profissional, juntamente com uma vigilância atenta, com amabilidade e dedicação. Os peregrinos e os turistas, assim como aqueles que trabalham nos vários departamentos da Santa Sé, sabem que podem contar com a vossa assistência cordial. Agradeço-vos de maneira particular a vossa actividade eficaz, levada a cabo durante os dias que precederam o Conclave, a seguir à renúncia do Papa Bento. Aproveito este encontro para renovar o meu agradecimento mais sincero, meu e dos meus colaboradores, a todos aqueles que naquelas circunstâncias ofereceram a sua contribuição para que tudo se realizasse com ordem e tranquilidade.

E gostaria de vos formular os bons votos a fim de que o período passado no serviço junto do Vaticano seja para cada um de vós uma oportunidade de crescimento na fé. A fé é um tesouro precioso, que as vossas famílias vos confiaram e que sois chamados a transmitir aos vossos filhos. É importante voltar a descobrir a mensagem do Evangelho e acolhê-lo em profundidade na própria consciência e na vida concreta do dia-a-dia, dando testemunho intrépido do amor de Deus em cada sector, inclusive no ambiente do trabalho.

Confio todos vós à Virgem Maria para que, como Mãe esmerada, primorosa, proteja cada um de vós, as vossas famílias e o vosso trabalho. Peço-vos por favor que rezeis por mim — preciso disto! — enquanto vos abençoo de coração.

 




© Copyright - Libreria Editrice Vaticana