Index   Back Top Print

[ DE  - EN  - IT  - PT ]

DISCURSO DO PAPA FRANCISCO
 AOS JOVENS DA AÇÃO CATÓLICA ITALIANA

Sala do Consistório
Sábado, 16 de dezembro de 2017

[Multimídia]


 

Prezados meninos e meninas!

Também este ano, em representação da Ação católica dos jovens de toda a Itália, viestes para apresentar os votos de Natal ao Papa. Para mim, são votos particularmente jubilosos, que quisestes acompanhar com os frutos das vossas iniciativas de solidariedade a favor dos pobres e das pessoas mais desfavorecidas. Obrigado de coração pelo vosso gesto!

Agradeço-vos também porque, nesta feliz circunstância, me atualizais sobre as vossas atividades e iniciativas, que demonstram a vitalidade da ACR. A este propósito, quero dizer-vos que aprecio muito os encontros de conhecimento e proximidade que neste ano — 150° aniversário da fundação da Ação católica — promoveis com os “avós” da Associação. Isto é muito bom e importante, porque os idosos são a memória histórica de cada comunidade, um património de sabedoria e de fé que deve ser ouvido, conservado e valorizado.

No vosso percurso formativo, com o slogan «Prontos para fotografar», através da metáfora da fotografia estais comprometidos a prestar atenção aos momentos decisivos da vida de Jesus, para procurar assemelhar-vos cada vez mais a Ele, o vosso maior e mais fiel amigo. Olhando para a vida e a missão de Jesus, compreendemos que Deus é Amor. Portanto, sede bons “fotógrafos”, quer daquilo que Jesus fez, quer da realidade que vos circunda, tendo olhos atentos e vigilantes. Muitas vezes há pessoas esquecidas: ninguém olha para elas, ninguém as quer ver. São os pobres, os mais frágeis, relegados às margens da sociedade porque considerados um problema. Ao contrário, eles são a imagem do Menino Jesus rejeitado e que não encontrou hospitalidade na cidade de Belém, são a carne viva de Jesus sofredor e crucificado. Então, este pode ser um vosso compromisso; antes de tudo, perguntai-vos: mas eu, a quem presto mais atenção? Somente aos mais fortes, que têm mais sucesso na escola, no jogo? A quem prestei pouca atenção? Quem fingi que não vi? Aquele olhar para o outro lado... Eis quais são as vossas “periferias”: procurai fixar o objetivo sobre os companheiros e as pessoas que nunca se veem e ousai dar o primeiro passo para ir ao seu encontro, para lhes dedicar um pouco do vosso tempo, um sorriso, um gesto de ternura.

Amados jovens, sede amigos e testemunhas de Jesus, que em Belém veio entre nós. Nesta festividade do Santo Natal, já próxima, sois chamados a dá-lo a conhecer cada vez mais entre os vossos amigos, nas cidades, nas paróquias e nas vossas famílias. Mais uma vez, obrigado pela vossa visita. Abençoo-vos com carinho, juntamente com os vossos entes queridos, com os educadores, com os assistentes e com todos os amigos da ACR. Não vos esqueçais de rezar por mim. Feliz Natal!

Agora, conceder-vos-ei a Bênção. Antes, oremos a Nossa Senhora, todos juntos: Ave Maria...

 



© Copyright - Libreria Editrice Vaticana