Index   Back Top Print


CARTA DO PAPA JOÃO PAULO II
AO ARCEBISPO DE BELGRADO

 

Ao Venerado Irmão
D. FRANC PERKO
Arcebispo de Belgrado
Presidente da Conferência
Episcopal da Jugoslávia

Estou a seguir com profunda dor, dia após dia, o agravar-se da trágica situação humanitária existente nas várias regiões da Jugoslávia e sobretudo no Kossovo. Estou particularmente próximo, com especial afecto, dos Pastores e dos fiéis das comunidades católicas, e de todos os homens de boa vontade que se esforçam por ajudar os que mais sofrem no actual momento, porque são privados do afecto das pessoas mais queridas, afastados com a força das suas casas e injustamente obrigados a viver distantes da própria terra.

Ao mesmo tempo, desejo garantir-lhe, venerado Irmão, e a todos os Bispos da Jugoslávia, que esta Sé Apostólica dará prosseguimento ao seu empenho pela paz, a fim de que sejam poupados ulteriores sofrimentos a estas populações e sobretudo às do Kossovo, provadas de maneira tão trágica.

Por fim, é preciso recordar a todos os responsáveis da vida nacional e internacional que o caminho do diálogo ainda é possível e pode levar sempre a encontrar soluções honradas entre as Partes, no respeito dos homens e mulheres da mesma terra, todos filhos do mesmo Pai que está nos céus. Nesta hora trágica, eis a oração de toda a Igreja, que está próxima de vós como nunca, invocando em coro o Senhor para que faça surgir depressa na vossa querida terra a estrela da paz, no respeito dos direitos de todas as criaturas de Deus.

Com estes sentimentos envio a Vossa Excelência, venerado Irmão, bem como a todos os Bispos da Jugoslávia, a minha Bênção apostólica.

Vaticano, 19 de Abril de 1999.

 

JOÃO PAULO PP. II

 

© Copyright 1999 - Libreria Editrice Vaticana



© Copyright - Libreria Editrice Vaticana