Index   Back Top Print

[ EN  - IT  - PT ]

 

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
A UM GRUPO DE PEREGRINOS DE LIVERPUL

2 de Março de 1984

 

Excelência Reverendíssima,
caros Irmãos Bispos,
caros Irmãos e Irmãs

Sinto-me muito feliz por ter a oportunidade de vos encontrar nesta audiência especial, e é com grande alegria que vos dou as boas-vindas aqui ao Vaticano. Este encontro faz-me recordar o cordial acolhimento que o povo de Liverpul me dispensou quando visitei a vossa cidade em 1982. Peço-vos que, ao regressardes, saudeis da minha parte todos os vossos concidadãos e as autoridades da cidade.

Esta peregrinação faz parte da vossa celebração do Ano Jubilar da Redenção. Viestes procurar a graça do Jubileu junto dos túmulos do Apóstolo Pedro, cuja clara profissão de fé em Nosso Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus (Mt. 16, 16) seja missão de professar a fé em Cristo tanto em palavras como em obras. O nosso estilo de vida deveria ser uma clara proclamação da nossa confiança no poder do Senhor Ressuscitado.

Um importante aspecto do Ano Jubilar da Redenção consiste em que ele nos leva a apreciar mais, ou a redescobrir, se necessário, a importância da Confissão individual, que torna os pecadores santos, e renova a relação pessoal do homem com o seu Salvador. O Ano Santo constitui de facto um apelo ao arrependimento, à conversão, e ao renovamento da vida cristã. Peço ao Senhor que a vossa visita a Roma, às Basílicas e aos demais lugares santos, vos ajude a compreender a fidelidade da Igreja a Cristo através dos séculos, e vos dê força e alegria na vossa vida diária. Que o Senhor, rico em misericórdias esteja perto de cada um de vós! Que a sua bênção vos dê e aos vossos concidadãos a coragem e a solidariedade necessárias para enfrentar os muitos e sérios desafios que hoje se vos deparam. Que a sua paz e a sua protecção acompanhem as vossas famílias, os anciãos e os jovens e em modo particular os doentes e os enfermos.

Seja louvado Jesus Cristo!

 



© Copyright - Libreria Editrice Vaticana