Index   Back Top Print

[ PT ]

 

MENSAGEM DO SANTO PADRE JOÃO PAULO II
PARA O CONGRESSO EUCARÍSTICO REGIONAL DE SALVADOR (BAHIA)

 

 

Queridos irmãos e irmãs participantes
do Congresso Eucarístico Regional de Salvador

1. Revivem agradavelmente em mim, nesta hora, as imagens recolhidas, há pouco mais de três anos, durante a minha visita à histórica Cidade do Salvador. Aquele nosso encontro teve seu ponto culminante na Eucaristia em que nos reunimos como Família de Deus.

Recordo essa Cidade, símbolo de fraternidade na fusão harmoniosa de várias raças, ao participar hoje, espiritualmente, da festa que vos congrega, com o Senhor Cardeal Alfredo Vicente Scherer, que preside, em Meu nome, o encerramento do Congresso, o Senhor Avelar Brandão Vilela e vários Bispos, em torno do Corpo e do Sangue de Jesus.

Graças e louvores se dêem a todo momento ao Santíssimo e diviníssimo Sacramento!

2. Quisestes com este Congresso comemorar o quinquagésimo aniversário do primeiro Congresso Eucarístico Nacional, celebrado nesta mesma Cidade durante o Ano Santo de mil novecentos e trinta e três. E nesta celebração se unem os Estados da Bahia e Sergipe, componentes do Regional Nordeste III, para acolherem os peregrinos de todos os outros Estados do País.

A todos saúdo como Pai e Pastor: às famílias de Salvador; aos Congressistas provenientes do interior da Bahia e de Sergipe; aos romeiros chegados das partes mais longínquas do Brasil para esta convivência eucarística.

3. A Eucaristia é por definição uma festa: nela se renova a Páscoa de Jesus graças à qual, juntamente com a revelação do amor misericordioso do Pai, o homem recebe os germes da sua verdadeira libertação.

Congratulo-me com vossos Pastores, com seus imediatos colaboradores e com todos vós porque soubestes fazer que a festa do Congresso não se esgote na sua realização. Precederam-na jornadas intensas das Santas Missões, preparadas com esmero e realizadas por dedicados Missionários, com a decidida colaboração de Monitores Paroquiais e de Missionários Auxiliares. Estas vieram revigorar o fermento do Evangelho nas vossas consciências. Por outro lado, longe de ser um ponto de chegada, o Congresso quer ser um ponto de partida:

— para que vossas Comunidades abram as portas ao Redentor e o acolham como Caminho, Verdade e Vida;

— para que se opere, profunda e eficaz, a reconciliação de cada um consigo próprio, com os irmãos e com o Pai do Céu;

— para que alimentados pela Eucaristia leveis a cabo, como pessoas e como comunidades, o compromisso de testemunhar com a vida, anunciar com a palavra e infundir com a ação a força da verdade, da justiça, da paz e da fraternidade, frutos da vitória do Ressuscitado sobre o pecado e o mal.

4. Sobre o solo da Bahia, há quase quinhentos anos, celebrou-se pela primeira vez, na terra apenas descoberta, o Sacrifício da Cruz no qual se realiza sacramentalmente a obra da nossa Redenção. Aquela Missa estava suspenso, sem se aperceber, todo um gigantesco País ainda desconhecido.

Encerrando convosco o Congresso Eucarístico Regional, desejo que o Brasil de hoje, com suas grandezas e suas dificuldades, suas ansiedades e esperanças, se encontre de novo reunido, em adoração diante do Altar no qual se converteu aquela que è, mais do que nunca, Cidade do Salvador.

A este Brasil e à sua gente quero unir-me, distante pela geografia mas próximo com o espírito, em adoração à Santíssima Eucaristia. E invocando para todos abundante participação nas graças do Jubileu da Redenção, concedo-vos afetuosa Bênção Apostólica:

Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo Amém.

JOÃO PAULO PP. II

 

 



© Copyright - Libreria Editrice Vaticana