Index   Back Top Print

[ AR  - DE  - EN  - ES  - FR  - HR  - IT  - PL  - PT ]

PAPA FRANCISCO

AUDIÊNCIA GERAL

Praça São Pedro
Quarta-feira, 24 de agosto de 2016

[Multimídia]


 

Tinha preparado a catequese de hoje, como em todas as quartas-feiras deste Ano da Misericórdia, sobre o tema da proximidade de Jesus, mas diante da notícia do terremoto que atingiu o centro da Itália, devastando zonas inteiras e deixando mortos e feridos, não posso deixar de manifestar a minha grande dor e a minha proximidade a todas as pessoas presentes nos lugares atingidos pelo sismo, a todas as pessoas que perderam os seus caros e aquelas que ainda se sentem abaladas pelo medo e pelo terror. Ouvir o Prefeito de Amatrice dizer: «A cidade não existe mais», e saber que entre os mortos há também crianças, realmente comove-me muito.

Por isso, quero garantir a todas essas pessoas nos entornos de Accumoli, Amatrice e outras localidades, na Diocese de Rieti e de Ascoli Piceno e em todo o Lácio, na Umbra e nas Marcas, da minha oração e dizer-lhes que estejam certos da carícia e do abraço de toda a Igreja, que neste momento deseja abraçar-vos com o seu amor materno e também do nosso abraço aqui na Praça.

Ao agradecer a todos os voluntários e aos agentes da proteção civil que estão socorrendo estas populações, peço-vos que vos unais comigo na oração para que o Senhor Jesus, que sempre se comoveu diante da dor humana, console estes corações aflitos e lhes conceda a paz pela intercessão da Beata Virgem Maria.

Deixemo-nos comover com Jesus!

Assim deixemos para a próxima semana a catequese desta quarta-feira. E convido-vos a recitar comigo uma parte do Santo Rosário: os Mistérios dolorosos.


Saudações

Dirijo uma saudação especial aos membros do Comité Paralímpico Internacional e aos atletas que se preparam para participar nos próximos Jogos Paralímpicos no Rio de Janeiro. Além disso, saúdo os participantes na Assembleia geral promovida pela Conferência Mundial dos Institutos Seculares. Com fervorosos bons votos de que o atual Jubileu da Misericórdia seja para vós e para as vossas famílias um tempo de graça e de renovação espiritual, invoco sobre vós a alegria e a paz do Senhor Jesus!

Saúdo os peregrinos de língua portuguesa, do Brasil e de Portugal. Queridos amigos, Jesus vos chama a levar aos outros a alegria do Evangelho, que nos ensina que homens e mulheres participam da mesma dignidade, porque somos todos uma só coisa em Cristo Jesus! Que Deus vos abençoe a todos!

Dirijo uma cordial saudação aos peregrinos de língua árabe, de maneira particular aos provenientes do Egito, do Iraque e do Médio Oriente. Que o Senhor abençoe todos vós e vos proteja do maligno!

 


Apelo pela Ucrânia

Durante estas últimas semanas, os Observadores internacionais manifestaram preocupação pela recrudescência da situação na Ucrânia Oriental. Hoje, enquanto aquela querida Nação celebra a sua festa nacional, que este ano coincide com o vigésimo quinto aniversário da independência, garanto a minha oração pela paz e renovo o meu apelo a todas as partes comprometidas e às instâncias internacionais, a fim de revigorar as iniciativas para resolver o conflito, para libertar os reféns e para responder à emergência humanitária.

* * *

Finalmente, dirijo o meu pensamento aos jovens, aos doentes e aos recém-casados. Hoje celebra-se a festa do Apóstolo São Bartolomeu. Diletos jovens, aprendei dele que a verdadeira força é a humildade; amados enfermos, não vos canseis de pedir a ajuda do Senhor mediante a oração; e vós, estimados recém-casados, competi na estima e na ajuda mútuas.

 



© Copyright - Libreria Editrice Vaticana