Index   Back Top Print

[ DE  - EN  - ES  - FR  - IT  - PT ]

CELEBRAÇÃO MATUTINA TRANSMITIDA AO VIVO
DA CAPELA DA CASA SANTA MARTA

HOMILIA DO PAPA FRANCISCO

“O Espírito ensina-nos tudo, introduz-nos no mistério,
faz-nos recordar e discernir”

Segunda-feira, 11 de maio de 2020

[Multimídia]


 

Introdução

Unamo-nos hoje aos fiéis de Termoli, na festa da Descoberta do corpo de São Timóteo. Nestes dias, muitas pessoas perderam o trabalho; não foram readmitidas,  trabalhavam sem contrato... Rezemos por estes nossos irmãos e irmãs que sofrem por causa desta falta de trabalho.

Homilia

O trecho do Evangelho de hoje é [tirado da] despedida de Jesus durante a Ceia (cf. Jo 14, 21-26). O Senhor conclui com estes versículos: «Eu disse-vos estas coisas, enquanto estou convosco. Mas o Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, ensinar-vos-á todas as coisas e recordar-vos-á tudo o que vos tenho dito» (vv. 25-26). É a promessa do Espírito Santo; o Espírito Santo que habita connosco e que o Pai e o Filho enviam. «O Pai enviará em meu nome», disse Jesus, para nos acompanhar na vida. E chamam-lhe Paráclito. Esta é a tarefa do Espírito Santo. Em grego, é o Paráclito que nos sustenta, que nos ampara para não cairmos, que nos mantém firmes, que está perto de nós para nos apoiar. E o Senhor prometeu-nos esta ajuda, que é Deus, como Ele: é o Espírito Santo. O que o Espírito Santo faz em nós? O Senhor diz: «Ele ensinar-vos-á todas as coisas e recordar-vos-á tudo o que vos tenho dito» (cf. v. 26). Ensinar e lembrar. Esta é a tarefa do Espírito Santo. Ele ensina-nos: ensina-nos o mistério da fé, ensina-nos a entrar no mistério, a compreender um pouco mais o mistério. Ensina-nos a doutrina de Jesus e a desenvolver a nossa fé sem cometer erros, porque a doutrina cresce, mas sempre na mesma direção: cresce em compreensão. E o Espírito ajuda-nos a crescer na compreensão da fé, a entendê-la mais, a compreender o que a fé diz. A fé não é algo estático; a doutrina não é estática: cresce. Cresce como as árvores, sempre as mesmas, mas maiores, com frutos, mas sempre as mesmas, na mesma direção. E o Espírito Santo impede que a doutrina erre, impede que permaneça sem crescer em nós. Ele ensinar-nos-á tudo o Jesus nos ensinou, desenvolverá em nós a compreensão do que Jesus nos ensinou, fará com que a doutrina do Senhor cresça em nós, até à maturidade.

Outra coisa que Jesus diz, e que o Espírito Santo faz, é recordar: «Recordará tudo o que vos tenho dito» (cf. v. 26). O Espírito Santo é como a memória, Ele desperta-nos: “Lembra-te disto, lembra-te daquilo”; mantém-nos acordados, sempre atentos sobre as coisas do Senhor e faz-nos recordar também a nossa vida: “Pensa neste momento, pensa em quando encontraste o Senhor, pensa em quando deixaste o Senhor”.

Certa vez ouvi uma pessoa rezar assim diante do Senhor: “Senhor, sou o mesmo que era na infância, na meninice, quando tinha estes sonhos. Depois, enveredei pelo caminho errado. Agora chamaste-me”. Sou o mesmo: esta é a memória do Espírito Santo na vida da pessoa. Leva-te à memória da salvação, à memória do que Jesus te ensinou, mas também à memória da tua vida. E fez-me pensar - foi isto que o Senhor disse - numa bonita forma de rezar, de olhar para o Senhor: “Sou o mesmo”. Andei muito, cometi tantos erros, mas sou o mesmo e Tu amas-me”. A memória do caminho da vida.

E, nesta memória, o Espírito Santo guia-nos; guia-nos para discernir, para discernir o que devemos fazer agora, qual é o caminho certo e o errado, mesmo nas pequenas decisões. Se pedirmos luz ao Espírito Santo, Ele ajudar-nos-á a discernir para tomarmos as verdadeiras decisões, as pequenas decisões de cada dia e as decisões mais importantes. É Ele que nos acompanha, que nos apoia no discernimento. Ou seja, é o Espírito que nos ensina tudo, em suma, é Ele que faz crescer a fé, que nos introduz no mistério, é o Espírito que nos recorda. Lembra-nos a fé, recorda-nos a nossa vida e, neste ensinamento, nesta memória, é o Espírito que nos ensina a discernir as decisões que devemos tomar. E aqui os Evangelhos dão um nome ao Espírito Santo: sim, Paráclito, porque vos sustenta, mas também outro nome mais bonito: é Dom de Deus. O Espírito é Dom de Deus. O Espírito é precisamente o Dom. Não vos deixarei sozinhos, enviar-vos-ei um Paráclito que vos apoiará e vos ajudará a continuar, a recordar, a discernir e a crescer. O Dom de Deus é o Espírito Santo.

Que o Senhor nos ajude a preservar este Dom que Ele nos concedeu no Batismo e que todos nós temos dentro!

Oração para fazer a Comunhão espiritual

Meu Jesus, creio que estais presente no Santíssimo Sacramento. Amo-vos acima de tudo e a minha alma suspira por Vós. Mas dado que agora não posso receber-vos no Santíssimo Sacramento, vinde, pelo menos espiritualmente, ao meu coração. Abraço-vos come se já estivésseis comigo: uno-me inteiramente a Vós. Ah! Não permitais que eu volte a separar-me de Vós!

 



© Copyright - Libreria Editrice Vaticana