Index   Back Top Print

[ EN  - ES  - FR  - IT  - PT ]

MENSAGEM VÍDEO DO PAPA FRANCISCO
 AOS PARTICIPANTES NO
VII WORLD GOVERNMENT SUMMIT
[DUBAI, 10-12 DE FEVEREIRO DE 2019]

[Multimídia]


 

Estimados amigos Al Salamù Alaikum / A paz esteja convosco!

Desejo saudar-vos e desejar-vos bom trabalho! Trago no coração a visita que acabei de realizar aos Emirados Árabes Unidos e o caloroso acolhimento que recebi. Encontrei um país moderno, que olha para o futuro, sem se esquecer das raízes. Um país onde se procura transformar em ações e iniciativas concretas as palavras tolerância, fraternidade, respeito recíproco, liberdade. Vi que até no deserto as flores germinam e crescem. E voltei para casa com a esperança de que muitos desertos no mundo possam florescer. Acho que isto é possível, mas somente se crescermos juntos, uns ao lado dos outros, com abertura e respeito, dispostos a responsabilizar-nos pelos problemas de todos, que na aldeia global são os problemas de cada um.

Penso em vós e no vosso compromisso destes dias, nos quais enfrentais temas fundamentais, entre os quais os desafios da política, o desenvolvimento da economia, a salvaguarda do meio ambiente, o emprego das tecnologias. Desejo-vos que a pergunta na base das reflexões não seja tanto quais são as melhores oportunidades a desfrutar?, mas que tipo de mundo queremos construir juntos? É uma interrogação que nos leva a trabalhar, pensando nos povos e nas pessoas, mais do que no capital e nos interesses económicos; uma questão que não visa o amanhã imediato, mas o porvir, a responsabilidade que pesa sobre nós: transmitir este nosso mundo a quantos vierem depois de nós, preservando-o da degradação ambiental e, antes ainda, moral.

Na realidade, não se pode falar de desenvolvimento sustentável sem solidariedade (cf. Carta Encíclica Laudato si’, 159). Poderíamos até dizer que, se não for comum, o bem não é verdadeiramente bem. Talvez nunca como agora, o pensar e o agir requeiram diálogo autêntico com o outro, porque sem o outro não há futuro para mim. Então, desejo-vos que nas vossas atividades comeceis pelos rostos das pessoas, que ouçais o grito dos povos e dos pobres, que mediteis sobre as perguntas das crianças.

Com estes pensamentos agradeço-vos e desejo-vos um trabalho profícuo ao serviço do bem comum, e peço ao Senhor que abençoe o vosso compromisso em prol de um mundo mais justo e mais próspero para todos!

 



© Copyright - Libreria Editrice Vaticana