Index   Back Top Print

[ EN  - ES  - FR  - IT  - PT ]

MENSAGEM VÍDEO DO PAPA FRANCISCO
AOS PARTICIPANTES NA RECITAÇÃO DO ROSÁRIO PELA ITÁLIA
PROMOVIDO PELA CONFERÊNCIA EPISCOPAL DO PAÍS
NA SOLENIDADE DE SÃO JOSÉ

[19 de março de 2020]

[Multimedia]


 

Caros irmãos e irmãs!

Uno-me à oração que a Conferência Episcopal quis promover, como sinal de unidade para todo o país.

Nesta situação sem precedentes, em que tudo parece vacilar, ajudemo-nos a permanecer firmes no que realmente importa. Esta é uma indicação do caminho a seguir que encontro em tantas cartas dos vossos Pastores que, ao partilharem um momento tão dramático, procuram apoiar a vossa esperança e a vossa fé com as suas palavras.

A recitação do Rosário é a oração dos humildes e santos que, nos seus mistérios, com Maria contemplam a vida de Jesus, o rosto misericordioso do Pai. E como todos nós precisamos de ser verdadeiramente consolados, para nos sentirmos abrangidos pela sua presença de amor!

A verdade desta experiência mede-se na nossa relação com os outros, que neste momento coincidem com os nossos parentes mais próximos: sejamos próximos uns dos outros, exercendo primeiro a caridade, a compreensão, a paciência e o perdão.

Por necessidade os nossos espaços podem ter-se limitado às paredes de casa, mas tende um coração maior, onde o outro pode encontrar sempre disponibilidade e acolhimento.

Esta noite rezemos unidos, confiando-nos à intercessão de São José, Guarda da Sagrada Família, Guarda de todas as nossas famílias. Também o carpinteiro de Nazaré conheceu a precariedade e a amargura, a preocupação pelo amanhã; mas sabia caminhar na escuridão de certos momentos, deixando-se guiar sempre sem hesitações pela vontade de Deus.

Protege, Santo Guarda, este nosso país.

Ilumina os responsáveis pelo bem comum, para que saibam — como tu — cuidar das pessoas confiadas à tua responsabilidade.

a inteligência da ciência àqueles que procuram os meios adequados para a saúde e o bem-estar físico dos irmãos.

Apoia aqueles que se dedicam aos necessitados: voluntários, enfermeiros, médicos, que estão na linha da frente no tratamento dos doentes, mesmo à custa da própria incolumidade.

Abençoa, São José, a Igreja: a começar pelos seus ministros, faz dela um sinal e um instrumento da tua luz e da tua bondade.

Acompanha, São José, as famílias: com o teu silêncio orante, constrói a harmonia entre pais e filhos, especialmente os mais pequeninos.

Preserva os idosos da solidão: que ninguém seja deixado no desespero do abandono e do desânimo.

Conforta os mais frágeis, encoraja os que vacilam e intercede pelos pobres.

Com a Virgem Mãe, roga ao Senhor para que liberte o mundo de qualquer forma de pandemia.

Amém!

 



© Copyright - Libreria Editrice Vaticana