Index   Back Top Print


DISCURSO DO PAPA FRANCISCO
AOS MEMBROS DA UNIVERSIDADE CATÓLICA «NOTRE DAME»

Sala Clementina
Quinta-feira, 30 de Janeiro de 2014

 

Prezados Amigos

É-me grato saudar o Conselho da Directoria da Universidade Notre Dame, por ocasião do vosso encontro em Roma, que coincide com a inauguração do Centro Universitário de Roma. Estou persuadido de que este novo Centro contribuirá para a missão da Universidade, pondo os estudantes em contacto com a unicidade das riquezas históricas, culturais e espirituais da Cidade Eterna, e abrindo as suas mentes e os seus corações à continuidade admirável entre a fé dos Santos Pedro e Paulo, a fé dos confessores e mártires de todas as épocas e a fé católica que lhes foi transmitida em família, nas escolas e nas paróquias. Desde a sua fundação, a Universidade Notre Dame ofereceu uma contribuição notável para a Igreja no vosso país, mediante o seu compromisso no campo da educação religiosa dos jovens e no ensino de um saber inspirado pela confiança na harmonia entre fé e razão, na busca da verdade e da rectidão. Consciente da importância especial do apostolado para a nova evangelização, desejo manifestar a minha gratidão pelo empenhamento que a Universidade Notre Dame demonstrou ao longo dos anos, ajudando e fortalecendo o ensino católico nas escolas elementares e secundárias nos Estados Unidos.

A inspiração que orientou o sacerdote Edward Sorin e os primeiros religiosos da Congregação da Santa Cruz na instituição da Universidade Notre Dame du Lac permanece fulcral, nas circunstâncias transformadas do século XXI, para a identidade que caracteriza a Universidade e o seu serviço à Igreja e à sociedade norte-americana. Na minha recente Exortação Apostólica sobre a alegria do Evangelho pus em evidência a dimensão missionária do discipulado cristão, que tem necessidade de se tornar evidente na vida das pessoas e no trabalho de cada uma das instituições eclesiais. Este empenhamento a favor de um «discipulado missionário» deveria ser entendido de maneira totalmente especial nas Universidades católicas (cf. Evangelii gaudium, 132-134) que, pela sua própria natureza, estão comprometidas em demonstrar a harmonia existente entre fé e razão, pondo em evidência a relevância da mensagem cristã para uma existência humana vivida em plenitude e autenticidade. A este propósito, é essencial um testemunho intrépido das Universidades católicas a respeito do ensinamento moral da Igreja e da defesa da liberdade de fomentar tais ensinamentos, enquanto eles são proclamados com autoridade pelo magistério dos Pastores, precisamente nas e através das instituições de formação da Igreja. Formulo votos a fim de que a Universidade Notre Dame continue a oferecer o seu testemunho indispensável e inequívoco deste aspecto da identidade católica fundamental que lhe é própria, de maneira particular perante as tentativas, de onde quer que provenham, de a diluir. E isto é importante: a própria identidade, como foi desejada desde os primórdios. Defendê-la, conservá-la e levá-la a progredir!

Caros amigos, peço-vos que rezeis por mim, a fim de que eu cumpra o ministério que recebi ao serviço do Evangelho, e asseguro-vos as minhas preces por vós e por todos aqueles que desempenham a sua missão educativa na Universidade Notre Dame. Sobre vós e as vossas famílias, e de maneira particular sobre os estudantes, os docentes e o pessoal desta amada Universidade, invoco os dons divinos da sabedoria, da alegria e da paz, enquanto vos concedo cordialmente a minha Bênção.

 




© Copyright - Libreria Editrice Vaticana