Index   Back Top Print

[ EN  - IT  - PT ]

DISCURSO DO PAPA FRANCISCO
ÀS EQUIPES DE FUTEBOL FIORENTINA E NAPOLI

Sala do Consistório
Sexta-feira, 2 de Maio de 2014

 

Queridos amigos, bem-vindos!

Este encontro «alargou-se» um pouco: além das Equipes Fiorentina e Napoli, finalistas da Copa Itália, estão presentes também os outros Dirigentes da Federação e da Liga de Série A. Agradeço-vos esta visita, e também este alargamento! Parece-me que por vosso lado exprime uma responsabilidade, uma responsabilidade social. O futebol na Itália, como na Argentina e noutros países, é um facto social. O futebol é um facto social e exige uma responsabilidade social, por parte dos futebolistas, no campo e fora do campo, e por parte dos dirigentes nacionais e locais.

Quando eu era jovem fui várias vezes ao estádio, e tenho boas recordações. Fui sozinho e com a minha família. Momentos alegres, ao domingo, juntamente com os meus familiares. Gostaria de desejar que o futebol e qualquer outro desporto muito popular recupere a dimensão da festa. Hoje também o futebol se move numa grande rede de negócios, para a publicidade, as televisões, etc.. Mas o factor económico não deve prevalecer sobre o desportivo, porque arrisca de estragar tudo, quer a nível internacional quer nacional e local. E por conseguinte, é preciso reagir positivamente do alto, restituindo dignidade desportiva aos acontecimentos. E nisto vós, futebolistas, tendes uma grande responsabilidade. Estais no centro da atenção, e muitos dos vossos admiradores são jovens e muito jovens; tendo isto em consideração, pensai que o vosso modo de vos comportar tem uma ressonância, em positivo e em negativo. Sede sempre verdadeiros desportistas!

O desporto contém em si um forte valor educativo, para o crescimento da pessoa: crescimento pessoal, na harmonia de corpo e espírito, e crescimento social, na solidariedade, na lealdade, no respeito. Que o futebol possa desenvolver sempre esta potencialidade! Bom trabalho a todos vós, e que amanhã à tarde seja uma agradável festa desportiva! É isto que vos desejo. Obrigado.



© Copyright - Libreria Editrice Vaticana