Index   Back Top Print

[ ES  - IT  - PT ]

DISCURSO DO PAPA FRANCISCO
À FEDERAÇÃO ITALIANA «GIUOCO CALCIO»
 E AOS JOGADORES DAS EQUIPES JUVENTUS E LAZIO

Sala Clementina
Terça-feira, 16 de maio de 2017

[Multimídia]


 

Queridos amigos! Sinto-me feliz por me encontrar convosco na véspera do jogo final do campeonato da Itália. Agradeço ao Presidente da Federação Italiana «Giuoco Calcio» as suas gentis palavras; e congratulo-me com as duas equipes, Juventus e Lazio, que além de obter ótimos resultados, são muito amadas pelos desportivos. Isto compromete-vos ainda mais a testemunhar os valores autênticos do desporto.

Portanto, desejo retomar brevemente convosco a importância do desporto no nosso tempo. Considerando o fascínio e os reflexos que o futebol profissional exerce sobre as pessoas, especialmente sobre os jovens, tendes uma responsabilidade notável. Quem é considerado «campeão» facilmente torna-se figura de referência. Por conseguinte cada disputa é uma prova de equilíbrio, de domínio de si, de observância das regras. Quem, com o próprio comportamento, sabe dar prova disto tudo, torna-se um exemplo para os seus admiradores. Desejo isto a cada um de vós: ser testemunha de lealdade, honestidade, concórdia e humanidade.

Infelizmente, às vezes nos estádios verificam-se episódios de violência que turvam o desenvolvimento sereno dos jogos e a diversão sadia das pessoas. Faço votos por que, por quanto estiver ao vosso alcance, possais sempre ajudar a atividade desportiva a permanecer tal e, graças ao compromisso pessoal de todos, a ser motivo de coesão entre os desportivos e na sociedade inteira.

Agradeço-vos de coração a vossa visita e desejo-vos que se realize deveras um lindo jogo! Invoco sobre vós, as vossas famílias e entes queridos a bênção do Senhor. E peço-vos por favor que rezeis por mim.

 



© Copyright - Libreria Editrice Vaticana