Index   Back Top Print

[ ES  - IT  - PT ]

 

PAPA JOÃO PAULO II

ANGELUS

Domingo, 22 de Janeiro de 1984

 

1. No tempo do Advento e nas festas de Natal contemplámos muito tempo, ao lado de Cristo, a Virgem Maria. Aproximámo-nos do mistério do Natal e encontrámos o "Menino com Maria, Sua Mãe" (Mt. 2, 11.13).

Adorando o Filho venerámos a mãe, proclamando-a bem-aventurada antes de mais e sobretudo por causa da sua fé (cf. Lc. 1, 45; 11, 28).

2. A fé nunca é fácil, não o foi decerto para Maria. Sublinham isto os repetidos elogios dirigidos a ela por causa da sua fé: eles põem em evidência o valor, a qualidade e sem dúvida a dificuldade do seu acreditar. Salientam-no, por outro lado, de maneira explícita as palavras do evangelista: "Mas eles não compreenderam" (Lc. 2, 50). Lucas não teme fazer notar a dificuldade e também a não compreensão, por parte de Maria e de José, das palavras e do mistério do Filho.

A "incompreensão" de Maria, de José e, em geral, dos discípulos é, evidentemente, bem diversa da incredulidade de quantos não têm fé em Jesus. Trata-se da dificuldade de penetrar a fundo, e logo, na insondável profundidade da pessoa e do mistério de Cristo. Mas é uma "incompreensão momentânea, que leva à reflexão, à meditação, à atitude sapiencial, tão característica da mãe de Jesus, que conservava e confrontava palavras e acontecimentos no seu coração (cf. Lc. 2, 19.51).

3. É sim uma luz a fé, mas não é compreensão exaustiva do mistério. Pelo contrário, ela é um confiar-se em Deus e na Sua palavra que transcende os limites da razão humana. É um apoiar-se n'Ele, procurando e encontrando nessa atitude a própria firmeza e confiança. É esta a disposição interior de Maria, expressa uma vez por todas na Anunciação: "Eis a escrava do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra". Fé grande a de Maria, fé sofrida e bem-aventurada: é a fé daqueles que embora não tendo visto acreditaram (cf. Jo. 20, 29).

A existência da Virgem, como a nossa, procede, dia após dia, na fé e não na visão. "Assim a Virgem — observa o Concílio — avançou pelo caminho da fé, mantendo fielmente a união com seu Filho até à cruz" (LG 58).

Acompanhe-nos Ela, aquela que acreditou, pelos misteriosos caminhos de Deus!

 



© Copyright - Libreria Editrice Vaticana