Index   Back Top Print

[ ES  - FR  - EN  - IT  - PT ]

VIAGEM APOSTÓLICA AOS ESTADOS UNIDOS
[1 - 8  DE OUTUBRO DE 1979]

AOS ESTUDANTES DAS ESCOLAS CATÓLICAS
NO «MADISON SQUARE GARDEN»

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II

  Nova Iorque, 3 de Outubro de 1979

 

Queridos jovens

Sinto-me feliz por estar convosco no Madison Square Garden. Hoje isto é um jardim de vida, onde os jovens estão vivos: vivos de esperança e de amor, vivos da vida de Cristo. E é em nome de Cristo que hoje eu saúdo cada um de vós.

Disseram-me que a maioria dentre vós vem de High Schools Católicas. Por isso, queria dizer alguma coisa sobre a educação católica, dizer-vos porquê julga a Igreja tão importante e consome tantas forças para conseguir dar a vós e a milhões doutros jovens uma educação católica. A resposta pode ser resumida numa palavra, numa pessoa, Jesus Cristo. A Igreja quer comunicar-vos Jesus Cristo.

1. Isto é tudo o que faz a educação, este é o significado da vida: conhecer a Cristo. Conhecer a Cristo como amigo, como alguém que vos quer bem a vós e está perto de vós, de todos os homens aqui e em toda a parte — quaisquer que sejam as línguas que falam, os modos como vestem e as cores da própria pele. E assim a finalidade da educação católica é comunicar-vos Cristo, de maneira que a vossa atitude para com os outros seja a de Cristo. Aproximais-vos daquele período da vossa vida em que deveis assumir uma responsabilidade pessoal para o vosso destino. Em breve tomareis decisões importantes que influirão em todo o andamento da vossa vida. Se estas decisões reflectirem a atitude de Cristo, a vossa educação terá triunfado.

Deveis aprender a aceitar as exigências e também as crises, à luz da Cruz e da Ressurreição de Cristo.

É parte da nossa educação católica aprender a descobrir as necessidades dos outros; ter a coragem de praticar aquilo em que acreditamos. Com a ajuda duma educação católica, procuramos enfrentar qualquer circunstância da vida com a atitude de Cristo. Sim, a Igreja quer comunicar-vos Cristo, para atingirdes a plena maturidade n'Ele, que é homem perfeito e ao mesmo tempo o Filho de Deus.

2. Queridos jovens, vós, e eu, e nós todos juntos, formamos a Igreja, e ,estamos convencidos que só em Cristo encontramos verdadeiro amor e a plenitude da vida.

Assim, convido-vos hoje a olhar para Cristo.

Quando estiverdes pasmados com o mistério de vós mesmos, olhai para Cristo que vos dá o significado da vida. Quando procurardes saber que significa estar uma pessoa já adulta, olhai para Cristo que é a plenitude do ser humano.

E quando procurardes imaginar qual será o vosso papel no futuro do mundo e dos Estados Unidos, olhai para Cristo. Só em Cristo realizareis as vossas possibilidades como cidadãos dos Estados Unidos e da comunidade mundial.

3. Ajudados pela vossa educação católica, recebestes o maior dos dons: o conhecimento de Cristo. Deste dom escreveu São Paulo: Na verdade, em tudo isso só vejo dano, comparado com o supremo conhecimento de Jesus Cristo, meu Senhor. Por Ele tudo desprezei e tenho em conta de esterco, a fim de ganhar Cristo (Flp 3, 8-9).

Sede sempre agradecidos a Deus por este dom de conhecer a Cristo. Sede agradecidos também aos vossos pais e à comunidade da Igreja que tornaram possível, com muitos sacrifícios, a vossa educação católica. Muito se espera de vós e se espera da vossa colaboração em testemunhar Cristo e transmitir a outros o Evangelho. A Igreja tem necessidade de vós. O mundo tem necessidade de vós, porque tem necessidade de Cristo e vós pertenceis a Cristo.

E assim peço-vos que aceiteis as vossas responsabilidades na Igreja, a responsabilidade da vossa educação católica: de ajudar — com as vossas palavras, e sobretudo com o exemplo da vossa vida — a difundir o Evangelho. Fazei-lo com a oração e com serdes justos, sinceros e puros.

Queridos jovens, sois chamados a testemunhar a vossa fé com uma vida verdadeiramente cristã e com a prática da religião. E, como as acções falam mais alto que as palavras, sois chamados a proclamar, com o proceder da vossa vida quotidiana, que verdadeiramente acreditais que Jesus Cristo é Senhor.

 



© Copyright - Libreria Editrice Vaticana