Index   Back Top Print

[ EN  - IT  - PT ]

 

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
A UM GRUPO DE SACERDOTES
DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

16 de Dezembro de 1983

 

Caros Irmãos em Cristo

É com prazer que vos saúdo — a vós que viestes a Roma participar durante algumas semanas num programa de actualização, através do Instituto para a Educação Teológica Permanente, no Colégio Norte-Americano. Estou certo de que, depois do vosso estudo académico, este período vos oferece uma oportunidade de reflexão espiritual e de actualização pessoal, que vos serão de grande ajuda enquanto participantes do sacerdócio de Jesus Cristo.

A respeito da missão do Senhor, São Paulo diz-nos: "era Deus que reconciliava consigo o mundo, em Cristo, ... pondo nos nossos lábios a mensagem da reconciliação" (2 Cor. 5, 19). Como sacerdotes, desempenhamos o cargo de embaixadores da reconciliação de Jesus Cristo, permitindo-Lhe continuar a lançar ao mundo o seu apelo de salvação através de nós. Antes porém de podermos desempenhar esta missão de modo frutuoso, devemos nós próprios acolher a sua mensagem e deixar que ela se enraíze no mais profundo do nosso ser. Não podemos, de facto, anunciar a mensagem de reconciliação aos outros, se nós próprios não estamos convencidos da sua verdade salvífica na nossa vida.

No nosso ministério pastoral existem vários modos de manifestar o amor reconciliante do Senhor ao seu povo, mas um dos mais enriquecedores é talvez a celebração do sacramento da Penitência. Ao dar aos penitentes a oportunidade de confessar ao Senhor os seus pecados, vós sois mediadores de um dos momentos mais profundamente religiosos de perdão e alegria. Neste encontro sacramental — uma experiência tão profundamente íntima — encontramos Cristo que perdoa, fortalecendo e conduzindo cada pessoa à plenitude da vida. Ele escolheu-nos, como seus sacerdotes, para ser os únicos a perdoar os pecados em seu nome. Este ministério é, pois, exclusivamente nosso, e é um daqueles aos quais devemos dar prioridade.

Meus irmãos, ao regressardes às vossas respectivas Dioceses, confio em que dareis testemunho desta mensagem de reconciliação com renovado vigor e entusiasmo. Encorajai o vosso povo a ter uma profunda confiança no amor misericordioso do Senhor. Oferecei aos necessitados, aos que sofrem, aos angustiados o conforto da compreensão e da consolação de Cristo, encorajai todos a experimentar a profundidade deste perdão, e da esperança de uma vida nova que podemos obter de um modo único e maravilhoso através do sacramento da Penitência.

Que o Senhor vos ajude neste trabalho, e vos conceda, a vós e às vossas famílias, a abundância das suas bênçãos.

 



© Copyright - Libreria Editrice Vaticana