Index   Back Top Print

[ FR  - IT  - PT ]

 

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
A UMA PEREGRINAÇÃO ECUMÉNICA
GUIADA PELO ARCEBISPO DE PARIS

Sala Clementina
20 de Outubro de 1983

 

Caro Cardeal Marty
Caros Irmãos e Irmãs

Quando, durante a minha viagem pastoral de 1980, me encontrei na Nunciatura Apostólica de Paris com os representantes das outras Igrejas em França, exprimi espontaneamente esta reflexão: "A minha visita fraternal ao Patriarcado Ecuménico de Constantinopla deu-me muitas esperanças. Senti-me muito bem nesta atmosfera, neste ambiente que, evidentemente, constitui uma grande realidade espiritual. Uma realidade complementar: não se pode respirar como cristão, direi mais, como católico, com um só pulmão; é preciso ter dois pulmões, isto é, oriental e ocidental. Isto só para evocar esta visita a Constantinopla" (La Doc. Catholique 1980, p. 634).

E eis que o vosso grupo ecuménico, no âmbito do cruzeiro "Mer promise", teve também a graça de descobrir não só os tesouros históricos e artísticos das Igrejas do Oriente, mas também a sua alma, a sua fé ardente no Senhor ressuscitado, e, por Ele, na Santíssima Trindade, a sua devoção profunda à Mãe de Deus, a sua veneração pelos apóstolos Pedro e Paulo, André e João, o seu sentido de Igreja; e tudo isto conquistado em condições materiais e sociais muitas vezes difíceis. Deste modo, cristãos do Oriente e Ocidente, aprendemos a amar-nos, como irmãos, na complementaridade das nossas espiritualidades, da nossa fé que é praticamente a mesma, na apostolicidade comum. Estou contente por terdes podido encontrar-vos com o meu Irmão o Patriarca Dímítrios I.

Procuramos juntos a comunhão plena, segundo a vontade do Senhor; queremos testemunhar desde hoje a nossa comum preocupação de caridade, de reconciliação. O mundo tentado de descrença, tem necessidade deste testemunho de fé, de oração; a nossa sociedade, que sofre com tantas separações e conflitos, tem necessidade de homens e de mulheres que vivam o amor de Jesus Cristo, a reconciliação com Deus e com todos os seus irmãos. Sabeis que os bispos católicos reunidos em Sínodo, trabalham neste momento sobre este tema fundamental.

Agradeço-vos a vossa visita. Peço ao Senhor para vos ajudar a aprofundar a vossa fé, a abrir o vosso coração. Confio-Lhe as intenções dos vossos parentes, das vossas comunidades. Pedi também ao Espírito Santo que me assista no meu cargo de sucessor do Pedro ao serviço da unidade de todos aqueles que crêem em Jesus Cristo. E que Deus Todo-Poderoso vos abençoe, Pai, Filho e Espírito Santo!

 



© Copyright - Libreria Editrice Vaticana