Index   Back Top Print

[ ES  - PT ]

 

RADIOMENSAGEM DO PAPA JOÃO XXIII
 À JUVENTUDE CATÓLICA DE PORTUGAL

Domingo, 28 de Abril de 1963

 

Amados filhos e filhas da Juventude Católica de Portugal!

Unidos espiritualmente aos vossos irmãos e irmãs jovens de todo o mundo, quisestes vós também aplicar-vos ao estudo da Encíclica «Mater et Magistra». Por isso, viestes a Lisboa, ao «Encontro da Juventude» na presença do Episcopado do vosso País.

Sentímo-Nos felizes de saudar-vos com paternal afecto e grande comprazimento pelo interesse que demonstrais em apro­fundar o estudo da doutrina social da Igreja e pela solicitude em fazê-la penetrar, como fermento vivificante, nas estruturas da sociedade.

O tema proposto nesta circunstância «Os Jóvens escolhem a Deus» reflete com clareza os vossos sentimentos, as vossas aspirações, os vossos ideais, que estão contidos no próprio nome com que vos adornastes «Juventude Católica», isto é, Juventude crente, operante, exemplar e que, com ardor, busca nas fontes da vida sobrenatural o alimento quotidiano para a sua própria elevação espiritual e acção conquistadora.

Não ignorais, amados filhos e filhas, como, em todos os tempos, o homem se encontrou exposto a graves perigos, a ponto de esquecer a sua origem e o seu fim. Agora, a maior parte da Juventude de todos os países do mundo procura em Deus luz de orientação, segurança de doutrina, paz de consciência, justiça e Caridade difundidas em qualquer ordem e sector da convivência humana. E porque foi testemunha de experiências a que nada valeram, ela se volta para o Pai das Luzes com alma grande e confiante. Tal é a vossa escolha, o vosso programa de vida e de apostolado, seguindo as pègadas daqueles que, nas fileiras das vossas Associações, vos precederam no sinal da fé. «Deus Dominus, et illuxit nobis» (Ps. 117, 27).

Agrada-Nos confirmar a Nossa paternal confiança nos Jóvens, em cujas mãos está o futuro do mundo. Encorajados pela fé viva, pela fidelidade à oração, com uma vida interior engrandecida pela comunhão com Jesus Eucarístico «caminho, verdade, vida», os Jóvens saberão dar o seu bom testemunho e ser, pelo seu exemplo, o canal que levará a tantas almas, tão afas­tadas de Deus, a doutrina da vida que, com ânsia, elas esperam.

Acompanhem, portanto, os dias deste Encontro e toda a vossa vida os votos de encorajamento que Nos saiem do coração, desejando ardentemente para cada um de vós e para a Juventude Católica de Portugal que : «Deus autem spei repleat vos omni gaudio... Deus autem pacis sit cum omnibus vobis» (Rom. 15, 13, 33).

Que a Benção Apostólica, que com efusa benevolência vos concedemos, seja penhor confortante de favores e predilecções celestes!

 


© Copyright - Libreria Editrice Vaticana