Index   Back Top Print

[ IT  - PT ]

PAPA PAULO VI

ANGELUS

Domingo, 21 de Junho de 1970

 

O valor supremo da fé

Compartilhai a alegria da Igreja, que hoje canonizou São Nikola Tavelic, juntamente com três companheiros, martirizados em Jerusalém no século XIV. São Nikola Tavelic era natural de Sibenique (Jugoslávia), onde sempre foi venerado.

Porque nos devemos alegrar ? Porque o exemplo do seu espontâneo martírio e do seu heroísmo voluntário nos faz bem, nos adverte da nossa frequente fraqueza, do nosso transigente cepticismo, do nosso conformismo com ideias nem sempre boas, fortalecendo-nos na profissão interna e externa do nosso credo, hoje submetido a tantas hesitações e reduções, na tentativa de o tornar fácil e cómodo.

Mas um cristianismo fácil e cómodo não existe; existe um cristianismo forte e feliz, que antepõe a cada valor e, se necessário, até à própria vida, o valor supremo, a fé.

Além disso, devemo-nos alegrar, também, com a alegria dos outros, destes peregrinos croatas, que ontem se reuniram em grande número no nosso pátio de São Dâmaso e hoje encheram, com a sua presença e os seus cantos, a Basílica de São Pedro, confirmando, sobre o túmulo do Príncipe dos Apóstolos, em nome de São Nikola Tavelic e dos seus companheiros, a força e a firmeza da tradição religiosa de um povo inteiro.

No meio de tantas vicissitudes, esta é a história cristã: dolorosa nos mártires, gloriosa nas almas e nas gerações que honram a sua memória e seguem os seus exemplos, e gloriosa para a Igreja.

Demos graças ao Senhor e saudemos a Rainha dos Mártires e Mãe da Igreja.

 

 



© Copyright - Libreria Editrice Vaticana