Index   Back Top Print

[ DE  - EN  - ES  - FR  - IT  - PT ]

DISCURSO DO PAPA BENTO XVI
AOS PARTICIPANTES NO CAMPEONATO MUNDIAL
 DE NATAÇÃO REALIZADO EM ROMA

Sábado, 1 de Agosto de 2009

 

Prezados amigos

Foi com profundo prazer que aceitei o vosso convite a encontrar-me convosco, por ocasião do campeonato mundial de natação. Obrigado pela vossa agradável visita; é de bom grado que dou a cada um e a cada uma de vós as minhas cordiais boas-vindas! Dirijo um pensamento deferente, em primeiro lugar, ao Presidente da Federação Mundial de Natação (FINA), Sr. Júlio Maglione, e ao Presidente da Federação Italiana de Natação (FIN), Dep. Paolo Barelli, enquanto lhes agradeço também as gentis palavras que me dirigiram em nome de todos vós. Saúdo as Autoridades presentes, os dirigentes e os responsáveis, os técnicos, os delegados, os jornalistas e os agentes dos mass media, os voluntários, os organizadores e quantos contribuíram para a realização deste acontecimento desportivo mundial. Dirijo a minha saudação mais afectuosa especialmente a vós, caros atletas de diversas nacionalidades, que sois os protagonistas deste campeonato mundial de natação. Com as vossas competições ofereceis ao mundo um emocionante espectáculo de disciplina e de humanidade, de beleza artística e de vontade tenaz. Mostrai para que metas pode conduzir a vitalidade da juventude, quando não se rejeita o cansaço de treinamentos árduos e se aceita de bom grado não poucos sacrifícios e privações. Tudo isto constitui uma importante lição de vida também para os vossos coetâneos.

Como há pouco foi recordado, o desporto praticado com paixão e atento sentido ético, especialmente para a juventude, torna-se ginásio de espírito de competição sadio e de aperfeiçoamento físico, escola de formação para os valores humanos e espirituais, meio privilegiado de crescimento pessoal e de contacto com a sociedade. Assistindo a este mundial de natação e admirando os resultados obtidos, não é difícil dar-se conta de quanta potencialidade Deus dotou o corpo humano, e que interessantes objectivos de perfeição ele pode alcançar. Então, o pensamento vai à admiração do Salmista que, contemplando o universo, canta a glória de Deus e a grandeza do ser humano. "Quando contemplo os céus lemos no Salmo 8 obra das vossas mãos, a lua e as estrelas que Vós fixastes, que é o homem para vos lembrardes dele, o filho do homem para dele cuidardes? Contudo, pouco lhe falta para que seja um ser divino; de glória e de honra o coroastes" (vv. 4-6). Então, como deixar de dar graças ao Senhor por ter dotado o corpo do homem de tamanha perfeição, por o ter enriquecido de uma beleza e de uma harmonia que se podem expressar de tantos modos!

As disciplinas desportivas, cada uma com diversas modalidades, ajudam-nos a apreciar este dom que Deus nos concedeu. A Igreja acompanha e está atenta ao desporto, praticado não como um fim em si mesmo, mas como um meio, como instrumento precioso para a formação perfeita e equilibrada de toda a pessoa. Inclusive na Bíblia encontramos interessantes referências ao desporto como imagem da vida. Por exemplo, o Apóstolo Paulo considera-o um autêntico valor humano, utiliza-o não apenas como metáfora para explicar altos ideais éticos e ascéticos, mas também como meio para a formação do homem e como componente da sua cultura e civilização.

Estimados atletas, vós sois modelos para os vossos coetâneos, e o vosso exemplo pode ser determinante para eles construírem positivamente o seu porvir. Então, sede campeões no desporto e na vida! Antes foi mencionado João Paulo II que, encontrando-se em Outubro do Ano jubilar de 2000 com o mundo do desporto, teve a oportunidade de sublinhar a grande importância da prática desportiva, precisamente porque "pode favorecer a afirmação nos jovens de valores importantes como a lealdade, a perseverança, a amizade, a partilha e a solidariedade" (Insegnamenti, vol. XXIII/2, pág. 729). Além disso, manifestações desportivas como a vossa, graças aos meios de comunicação social modernos, exercem um notável impacto sobre a opinião pública, dado que a linguagem do desporto é universal e alcança especialmente as novas gerações. Por conseguinte, transmitir mensagens positivas através do desporto contribui para construir um mundo mais fraterno e solidário.

Queridos amigos desportivos de língua francesa, estou feliz por vos receber e saudar cordialmente, por ocasião do campeonato mundial de natação. O desporto que vós praticais é uma escola de generosidade, de lealdade e de respeito pelo próximo. Possa ele favorecer o desenvolvimento dos valores de amizade e de partilha entre as pessoas e entre os povos. Deus vos abençoe!

É-me grato saudar os atletas de expressão inglesa, que participam no campeonato mundial da Federação Internacional de Natação, juntamente com os numerosos oficiais, os funcionários assistentes, os voluntários e os amigos que se uniram a vós aqui em Roma nestes dias. Possa a vossa busca da excelência ser acompanhada da acção de graças pelos dons que recebestes de Deus e do desejo de ajudar os outros a utilizarem os seus próprios dons na construção de um mundo melhor e mais unido. Sobre vós e as vossas famílias, invoco as bênçãos divinas da alegria e da paz!

Saúdo de coração os participantes de língua alemã no campeonato mundial de natação aqui em Roma. Caros amigos, como competidores desportivos, vós alcançais resultados muito elevados e sois exemplo para muitos jovens. Empenhai-vos no mundo em que viveis, no que é bom e duradouro, a fim de que o desporto sirva para desenvolver os dons que Deus concedeu ao homem. O Senhor vos abençoe no vosso caminho.

Saúdo cordialmente os presentes de língua espanhola:  atletas, dirigentes e quantos participaram de vários modos no campeonato mundial de natação. Convido-vos a continuar a fomentar o desporto de acordo com os mais elevados valores humanos, de maneira que favoreça o desenvolvimento físico sadio daqueles que o praticam, e seja uma proposta para a formação integral de crianças e jovens. Muito obrigado!

Queridos amigos de língua portuguesa, que tomais parte neste campeonato mundial de natação, a todos saúdo cordialmente, aproveitando para vos agradecer a lição de vida que ofereceis ao mundo, feita de disciplina e humanidade, de beleza artística e vontade forte para vencer e sobretudo para se vencer a si mesmo. Invoco a ajuda de Deus sobre vós e vossas famílias, ao conceder-vos a Bênção Apostólica.

Caros amigos, e sobretudo vós, queridos atletas, enquanto mais uma vez vos agradeço este cordial encontro, faço-vos votos a fim de que "nadeis" rumo a ideais cada vez mais incomparáveis. Asseguro-vos uma lembrança na oração e invoco sobre vós, as vossas famílias e todos os vossos entes queridos, por intercessão da Bem-Aventurada Virgem Maria, a bênção divina.

 

© Copyright 2009 - Libreria Editrice Vaticana

 



© Copyright - Libreria Editrice Vaticana