Index   Back Top Print

[ EN  - FR  - IT  - PT ]

SAUDAÇÃO DO PAPA BENTO XVI
AOS EMPREGADOS DAS VILAS PONTIFÍCIAS
NO FINAL DA SUA PERMANÊNCIA EM CASTEL GANDOLFO

Palácio Apostólico de Castel Gandolfo
Sexta-feira, 28 de Setembro de 2012

 

Prezados irmãos e irmãs

Neste mundo tudo passa! Cada coisa que começa, até a mais positiva e bonita, traz consigo inevitavelmente a própria conclusão. Assim é também para a temporada serena e tranquila que transcorri aqui convosco, na bonita moldura de Castel Gandolfo, onde mais uma vez pude respirar um clima de família e de profunda cordialidade. Este nosso encontro, que já se tornou uma agradável tradição, oferece-me a oportunidade de agradecer a todos e a cada um de vós o serviço generoso que desempenhais nesta Residência Pontifícia. Dirijo a minha saudação especial e afectuosa, antes de tudo, ao Doutor Saverio Petrillo, Director-Geral das Vilas Pontifícias, com gratidão pelas amáveis palavras que me dirigiu, também em nome de todos vós aqui presentes. Saúdo também todos os funcionários e respectivas famílias. O Senhor, rico de bondade, vos abençoe e vos conserve no seu amor!

O mês de Setembro, que já passou, é sempre o tempo de um relançamento positivo, depois das férias de Verão: para as vossas crianças e jovens recomeçou a escola; e para todos vós, o trabalho mais intenso e assíduo. Também na Igreja, para muitas comunidades cristãs espalhadas pelo mundo, o tempo que Deus Pai nos concede é de um novo ano pastoral que inicia. Além disso, já vemos próximos alguns acontecimentos muito significativos: penso na minha iminente visita a Loreto, com a qual desejo recordar o 50° aniversário da peregrinação do Beato João XXIII, realizado àquele Santuário mariano para confiar a Maria o Concílio Ecuménico Vaticano II; penso no Sínodo dos Bispos, que meditará sobre a nova evangelização no presente da Igreja e do mundo; e, finalmente — no cinquentenário do início do Concílio — na inauguração do Ano da fé, por mim proclamado para ajudar cada homem a abrir o seu coração e a sua vida ao Senhor Jesus e à Palavra de salvação.

Por isso, estimados amigos, confio à vossa oração estes importantes momentos eclesiais, que somos chamados a viver. O Senhor nos assista, a fim de que eles ajudem cada um de nós a crescer na fé, a redescobrir Jesus como a pérola preciosa e o verdadeiro tesouro da nossa vida. A Virgem Maria, Mãe da Igreja e nossa Mãe, que invocaremos com confiança no próximo mês de Outubro, mediante a recitação quotidiana do Santo Rosário, vos proteja sempre e vos sustente na realização de todos os vossos propósitos de bem que tendes no coração.

Acompanhe-vos a minha Bênção que, com carinho, concedo a cada um de vós, às vossas famílias e a todas as pessoas queridas, de maneira especial aos doentes e a quantos sofrem. Até à vista!

Arrivederci!

  



© Copyright - Libreria Editrice Vaticana